The true story # 3



   "PRÓXIMA PARAGEM - CHELAS" dizia um som de fundo, uma voz mecanizada, que qualquer um pode ouvir dentro do metro, algo que se torna irritante de ouvir, quando se anda de metro todos os dias. Bem nem tudo era mau, ao menos ainda tinha saldo no telemóvel, o que posso dizer que é um luxo para quem não tem um tecto. 'UAU' pensava eu para o meu fecho éclair, que os botões já haviam caído todos. 'sou uma sem abrigo, mais tesa que um caralho com 3 frascos de viagra em cima, belooo'. Mal cheguei à rua aparece-me um mendigo a pedir tabaco.
             -Não tens um cigarrinho jovem? -Ainda pensei em mandá-lo à merda, mas depois lembrei-me que por ironia, era tal e qual ele, com a pequena diferença de eu cheirar muito melhor, pois ele parecia que tinha acabado de mergulhar num grande monte de merda daquela bem liquida e cheirosa.
             -Tome lá, para a próxima desenrasca-me você. Mas antes disso, por amor ao seu Deus, que o meu não existe, vá tomar um banho que nem se pode estar ao pé de si!! -Dizia eu já torcendo o nariz com o pivete que o velho largava, e avançando a paços largo para bem longe.
             Continuei a caminhar até ao prédio da Natasha, tentando conhecer o prédio, o que estava difícil, pois eram quase todos iguais. Milhões de pensamentos invadiam a minha cabeça, e já dava por mim a pensar no rapaz da estação. Quem era, como se chamava, idade. Não sabia nada, apenas tinha a imagem daquele rosto perfeito gravada na minha cabeça, e a duvida se um dia o voltaria a ver.
É lixado, quando algo é realmente bom, dura pouco. Nem foi pela conversa que tivemos, que nem foi nada de especial, mas a postura alegre que ele mantinha, fazendo frente ao meu mau humor matinal. Que querem? Não sou perfeita gente, mas ele era. E aquele cu? Gosh!! 
        Divagando entre pensamentos lá dei com o prédio, nem foi preciso tocar à campainha, a porta abriu-se quando o ia fazer. Era Natasha, estava na varanda a fumar, e viu-me chegar. Adorava aquela rapariga, a rapidez dos seus actos e a maneira como me compreendia. Aceitava-me tal como era, rota, suja ou até mesmo a cheirar mal que nem uma porca. Porque ela punha tudo de lado, e via o que eu era. Subi as escadas, e a porta já estava aberta, magnífico. E sem mais nem menos, quando eu menos esperava, ela salta-me em cima, e não é no sentido metafórico da frase, salta mesmo. Entrelaçando as suas pernas em volta da minha cintura e agarrando-me com todas as suas forças. Aí, os meus braços envolveram-na num abraço profundo, onde a saudade superava a própria razão, ou o meu acto de abandono para com ela. Agora eu sabia, que apesar de tudo, ainda me amava, tal como eu a amava a ela.
             -Scar, que saudades tuas, pensei que nunca mais te voltaria a ver!! - Dizia ela com os seus enormes olhos cinzentos tão cintilantes. 
             -Nem eu Natasha, perdoa-me por tudo o que te fiz, por todas as palavras horríveis que te disse um dia!
             -Não penses mais nisso, essa merda já lá vai, agora é tempo de começar de novo!




Capitulo 1 e 2

10 comentários:

  1. gostei ;)

    e ainda bem que és simpatica e dás cigarros - Ahaha ;D

    ResponderEliminar
  2. Anónimo17:16

    Muito Bom. Digas.

    ResponderEliminar
  3. ahaha, talvez , menina Joana, não é porque a menina quer ora essa :c ( ahahah)

    ResponderEliminar
  4. obrigada por aceitares querida *-*
    adoreiii esta parte, estou a adorar ler :D
    " E aquele cu? Gosh!! " -> ahah simplesmente adoro e está dito :D
    beijinhooo*

    ResponderEliminar
  5. Anónimo20:55

    E depois??

    ResponderEliminar
  6. gostei imenso! :D Tal com diz a Al* ainda bem que partilhas os teus cigarros! ;) beijo"

    ResponderEliminar
  7. pois e gente triste ...q axa q ao fim d sete meses pode recuperar o tempo perdido..so s for na terra deles! por na minha so existe esta: terminou! eu nao sou uma bonequinha q etou aki ah espera q o arrependimento surge! andei moments em degredo total q so os q lidavam cmgo e q me viram..ganhei depressao ah conta desses animais...e agora uma vem me cm batatinhas para cima d mim? e era..ja foste....e depois acontece q eu fico podre qando exist isso..e essa tipa vir cm mensagens a criticar os outros a q ela chamava de grandes amigos e eu a filha da....p? sabe se la o q andou a falar nas minhas costas! esse tipo d gente e so atar e deixar no monte..mundooooo..eu sou mto qeridaa e tudo ate um certo ponto..poki cnsigo ser msm vaca..e ai tem razoes para me criticarem ah vontade!

    ResponderEliminar
  8. ahah, já estou a tremer, miuda xD
    que tipo de atentado?

    ResponderEliminar
  9. claro lindaa...nunca mais me ponhem axim isso e certo! foi a primeira e a ultima vez..e os dentes nao tencionam ver! ja paxaram sete meses e tenho um odio q nem imaginas!!enfim..e gente mediucre e triste!

    ResponderEliminar
  10. WOW *-* ! Muito bom! ^^ Obrigada hehe ^^ !

    ResponderEliminar