The end

A raiva persegue-me, o nojo torna-se constante. Pessoas asquerosas, sentimentos difundidos num turbilhão de más acções. Guerra, ódio, enormes transtornos, criam o caos, embrulhando neles quem nada tem a ver com todos os conflitos. Crianças, mulheres e idosos lutam constantemente por paz. 
Mas, se não lutarmos todos que diferença faz?
É certo que o homem fará de tudo, até morrer chacinado pela sua própria mão!

6 comentários:

  1. blog brutal!
    passa pelo meu e vê se curtes :)
    se houver algo que não curtas diz, conselhos são mais do que bem-vindos!
    queres seguir-me? :D é que dava um jeitão! :D mesmo!
    continua

    ResponderEliminar
  2. escreves muito bem (:

    ResponderEliminar
  3. Muito legal aqui no seu blog...se vc por acaso quizer dar uma olhadinha la no meu blog..siga-me também ok.Bjos

    ResponderEliminar
  4. vamos mesmo falar desse teu jeito para escrever meu amor ?! és a M E L H O R amo-te (L) @

    ResponderEliminar
  5. gostei e segui ;D

    Amei imenso o que li !

    ResponderEliminar